Quebra-pedra

Phyllanthus niruri

 

Família: Euphorbiaceae

Nomenclatura popular:  quebra-pedra, arrebenta-pedra, erva-pombinha, saxifraga,conami

Parte utilizada/órgão vegetal: partes aéreas

Indicações terapêuticas: afecções do trato urinário (litíase renal, cólicas, cistites, nefrites, pielites, hidropsia, doenças crônicas); diabetes (hipoglicemiante); distúrbios prostáticos (analgésico e anti-inflamatório); afecções hepáticas (icterícia, hepatites virais, hepatoprotetor, colerético).

Contraindicações: não há relatos

Precauções de uso: não há relatos

Efeitos adversos: não há relatos

Interações medicamentosas: não há relatos

Formas farmacêuticas:  tintura, erva seca

Vias de administração e posologia (dose e intervalo): adultos: 10 a 20 mL de tintura divididos em 2 ou 3 doses diárias diluídos em água. 2 g de erva seca (1 colher de sopa para cada xícara de água) de raízes em decocção até 3 vezes ao dia, com intervalos menores que 12 h.

Tempo de utilização:

Superdosagem: doses extremamente altas podem provocar efeito purgativo  

Principais classes químicas: flavonoides (quercitina, astragalina, quercetol e rutina), glicosídeos, terpenos, taninos, alcaloides (filocrisina), lignanas (filantina, hipofilantina), resinas vegetais, ácidos orgânicos

Informações sobre segurança e eficácia: sem toxicidade nas doses recomendadas

Anúncios