Assa-peixe

Vernonia polyantes

 

Família: Asteraceae

Nomenclatura popular: assa-peixe, chamarrita, cambará-branco, cambará-guaçú

Parte utilizada/órgão vegetal: folhas

Indicações terapêuticas: afecções pulmonares (asma, tosses rebeldes, bronquites, gripes, pneumonia). Diurético, litíase renal. Afecções da pele. Dores musculares, dores reumáticas. Afecções do útero, contusões, diabete, diurética, hemorróidas,  pneumonia, pontadas nas costas e no peito, resfriado, reumatismo, rins,  traqueobronquites. Porém nenhuma planta deve ser consumida em excesso.

Contraindicações: planta segura

Precauções de uso: planta segura

Efeitos adversos: planta segura

Interações medicamentosas:  não há relatos

Formas farmacêuticas: infusão, emplastro

Vias de administração e posologia (dose e intervalo): 4 g de erva fresca (2 colheres de sopa para cada xícara de água) de folhas em infuso até 3 vezes ao dia, com intervalos menores que 12h. Como diurético e para litíase renal tomar até as 17 horas e a micção deverá ser na posição deitada para facilitar o relaxamento e a passagem dos cálculos

Tempo de utilização:

Superdosagem: não há relatos

Principais classes químicas: alcaloides glicosídeos; flavonoides, óleos essenciais; sais minerais

Informações sobre segurança e eficácia: sem toxicidade nas doses recomendadas

Anúncios